Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Portal do Aluno > Notícias > Preservação Ambiental
Início do conteúdo da página

Preservação Ambiental

Setor de Meio Ambiente e Grupo de Estudos em Serviços Ambientais promovem ações e melhorias no Campus

DSC 0216Desde o início do ano, O Campus Machado criou um setor para Gestão Ambiental ligado à Coordenadoria Geral de Infraestrutura e Serviços (CGIS). Com a participação de estudantes de Agronomia, as ações foram estendidas a um Grupo de Estudos em Serviços Ambientais (GESA).  

As atividades desenvolvidas pelo setor são focadas na conservação da natureza e em promover melhores  condições ambientais, como a produção de essências florestais e fruteiras nativas da Mata Atlântica; recuperação de nascentes d’água existentes no campus Machado; recuperação de áreas degradadas com o plantio de árvores nativas da mata atlântica; construção de bacias de contenção de enxurradas para controle de erosão do solo; aproveitamento de resíduos orgânicos (capins de roçagem, folhas secas, estercos de aves e bovinos, e outros produtos de mesma natureza oriundos do próprio campus). Além disso, são confeccionadas pilhas de compostagem e trabalhos com vermicompostagem (minhocultura) com objetivo de produção de húmus.

Grupo de Estudos (GESA)

WhatsApp Image 2021 12 03 at 13.56.52De acordo com o servidor Arnaldo Libório Santos Filho, engenheiro agrônomo, por se tratar de uma Instituição de Ensino que é referência em educação, junto ao coordenador de Infraestrutura Tales, resolveu convidar estudantes para os trabalhos desenvolvidos, apoiando a articulação de ensino, pesquisa e extensão. O GESA ajuda a gestão dos projetos de cunho ambiental do setor e envolve seis estudantes de Agronomia, além de um colaborador terceirizado do campus.

Ações desenvolvidas

DSC 0181Criação de viveiro de produção de mudas nativas da Mata Atlântica; o início de recuperação de três nascentes do campus (desassoreamento, encapsulamento com pedras, instalação de canos de manutenção e cercamento total da área, respeitando a legislação florestal vigente. Também já foram identificadas mais quatro nascentes para início dos trabalhos nos próximos meses e foi feita a recomposição de uma área de recarga de um hectare, acima das nascentes, com o plantio de 300 mudas; teve início o reflorestamento de uma área de cerca de 4 mil metros quadrados com o plantio de 100 mudas. Foi construída uma trilha com corrimão para acesso ao projeto piloto de recuperação de nascentes, onde estão três nascentes em recuperação. A instalação de meliponário ajudará a polinização da mata atlântica. A ativação do minhocário do campus e  práticas de compostagem e construção de 30 bacias de contenção de enxurrada com capacidade que variam de 5 mil a 200 mil litros de água foram ações também realizadas pelo grupo.

Projeto de mudas para reflorestamento

DSC 0199Inicialmente o objetivo é produzir mudas para os trabalhos ambientais desenvolvidos no próprio campus, conta Arnaldo. “Mas no futuro pretendemos atender produtores rurais que queiram desenvolver projetos ambientais em suas propriedades. Hoje temos uma variedade de mudas, mas estamos trabalhando para diversificar ainda mais. Produzimos mudas de Jacarandá, Paineira, Guapuruvu, Urucun, Fedegoso, Uvaia, Cereja do Mato, Cedro, Pereira, Pata de Vaca, Jatobá, Ipê amarelo, Castanheira, Pente de macaco, Massaranduba, Sapucaia, Ingá, açaí, pupunha  e Pitanga”, conta.

“Sinto-me bastante realizado profissionalmente em poder colaborar com a nossa Instituição de Ensino, com a formação qualificada de alunos e com a sociedade, pois os trabalhos desenvolvidos possibilitam condições ambientais melhores para as gerações futuras. O desafio é diário, pois as atividades desenvolvidas envolvem, claro, trabalho intelectual, mas sobretudo esforço físico e muita boa vontade de toda equipe envolvida. Aproveito a oportunidade para agradecer a todos aqueles que, de alguma forma, estão envolvidos nos trabalhos do Setor de Gestão Ambiental e esperamos receber mais parceiros e apoiadores para que o trabalho cresça e atinja positivamente mais pessoas”, afirma o servidor Arnaldo Libório. 

Envolvimento de estudantes

DSC 0224Luiz Augusto Fonseca Scovini está no 3° período de Agronomia e explica que conheceu o setor por interesse em vermicompostagem. A partir daí começou a frequentar e aprender mais sobre o assunto. Com o passar do tempo, as propostas foram ampliadas e também as metas. Neste momento, iniciaram a produção de mudas de essências florestais e a separação de áreas para recuperação dos sistemas agroflorestais, com suporte técnico e orientação do servidor Arnaldo Liborio. “Hoje formamos o grupo de estudos em serviços ambientais e temos como meta reflorestar áreas degradadas do campus e aumentar a vazão de água das nascentes protegendo-as e conservando. Além de contribuir para nossa formação, estamos contribuindo para as gerações futuras que utilizarão o Campus Machado.”

Aluna do 7° período de Agronomia, Aline Silva Gonçalves conta que “o projeto está sendo uma experiência incrível!” Para ela, o aprendizado de métodos novos e com isso o desenvolvimento do fluxo de água na nascente com restauração das reservas “é um trabalho formiguinha, mas que já vemos resultados.”

Projeto de extensão comunitária

DSC 0266A secretaria municipal de meio ambiente solicitou uma capacitação de produtores rurais do município de Machado em recuperação de nascentes. A atividade deverá acontecer ainda neste segundo semestre. Com o apoio do campus, o setor pretende fazer parcerias para divulgar e estender o trabalho à comunidade regional.

 

 

 

 Texto: Ascom - IFSULDEMINAS - Campus Machado com informações do servidor Arnaldo Libório

Fotos: Ascom/ IFSULDEMINAS - Campus Machado

 

registrado em:
Últimas notícias

 

 

 

Campus Machado promove a palestra “Conscientização sobre vício em álcool e...

Renunião de Pais e Mestres ocorre no dia 01 de junho Na próxima quarta-feira, 01/06, a partir das 19...

Campus Machado reúne estudantes de escolas públicas da região para a VI edição da...

Fim do conteúdo da página