Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Projetos de Extensão > Notícias > Certificação do Projeto Alvorada
Início do conteúdo da página

Certificação do Projeto Alvorada

Egressos do sistema prisional concluem curso de qualificação profissional no Campus Machado

DSC 1004Na última sexta-feira, 02 de setembro, egressos do sistema prisional receberam certificados de conclusão de curso de qualificação profissional oferecido pelo IFSULDEMINAS - Campus Machado. No Espaço Sociocultural do campus, uma cerimônia simbólica celebrou o encerramento do curso de Pedreiro e Alvenaria realizado por meio do Projeto Alvorada.  

O projeto foi uma parceria firmada com o  Departamento Penitenciário Nacional e teve como objetivo  promover a inclusão social e produtiva dos assistidos. Um dos diferenciais do projeto foi a articulação de ações educativas e integradas que pudessem gerar autonomia e consciência sobre os direitos básicos dos cidadãos. 

WhatsApp Image 2022 02 04 at 12.15.04 3Entre os meses de novembro de 2021 e agosto deste ano, professores e tutores trabalharam conhecimentos sociais e habilidades na área específica do projeto, por meio de aulas teóricas e práticas. Profissionais da área técnica e pedagógica acompanharam o desenvolvimento dos reeducandos. Eles ainda passaram por estágio de conclusão que possibilitou a aplicação prática dos conhecimentos.   

A mesa de honra da certificação foi ocupada pela professora Aline Manke, diretora geral do Campus; pelo professor Carlos Henrique Rodrigues Reinato, pró-reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação; pela diretora de Extensão do IFSULDEMINAS, a administradora Michelle Marques, pelo diretor do Presídio de Machado, Clerivaldo Francisco Pereira; pelo coordenador geral do projeto, o administrador Luciano Olinto Alves, e pela professora homenageada Letícia Rocha Andrade Martins.  

DSC 0994“Carreguem com orgulho o nome da nossa instituição”, ressaltou a diretora do campus ao se dirigir aos formandos. Aline enfatizou a importância de cada um vencer seus desafios, compreendendo que muitas vezes os limites são impostos pela própria pessoa, possibilitando a ela superá-los.  “Estou aqui com oito vitoriosos, embora apenas cinco possam estar presentes nesta solenidade. Continuem no caminho do sucesso!”, desejou ao final do seu discurso.

DSC 0985Em nome da turma, o orador agradeceu aos colegas pelo companheirismo e persistência durante o curso. Caio também mencionou a paciência e dedicação dos professores e tutores, além da gratidão à equipe do campus que os acolheram.  

Para o diretor do Presídio de Machado, conhecido como Sr. Kaká, a socialização do reeducando é a inspiração do seu trabalho. “Precisamos romper o estigma de ‘réu’, ‘detento’ é 'condenado', por isso utilizamos o termo ‘reeducandos’.” Segundo explicou, a ressocialização e a reinserção de reeducandos tem como objetivo reintegrar pessoas que romperam as regras sociais, oferecendo a oportunidade de atendimento humanizado. Ao se dirigir aos formandos, parabenizou-os pela conquista e pela dedicação e pontuou  a importância do projeto para que eles tenham um futuro melhor. Em seu discurso, parabenizou a equipe por assumir também essa missão. “A conquista de hoje é apenas o começo para um futuro de sucesso”.

Saiba mais sobre o projeto

WhatsApp Image 2022 02 04 at 12.15.36 4A população privada de liberdade no Brasil é de 820,7 mil,  segundo a edição 2022 do Anuário Brasileiro de Segurança Pública. O Brasil é o terceiro país com a maior população prisional, atrás apenas dos Estados Unidos e da China. Os dados apresentados evidenciam a necessidade de políticas públicas para ressocialização desta parcela significativa da população que enfrenta dificuldades de inclusão social e produtiva.   

O projeto é uma experiência que considera o trabalho como um fator de redução de vulnerabilidades sociais, proporcionando às pessoas egressas do sistema prisional novas possibilidades de reconhecimento, socialização e autoconstrução, na medida em que viabiliza condições para que os sujeitos sejam inseridos na estrutura produtiva.

ADSC 0979 experiência do projeto em Machado possibilitou a formação integral de oito novos cidadãos que terão a possibilidade de construir trajetórias profissionais. Inicialmente, os reeducandos frequentavam o campus no período da manhã para realização das aulas teóricas. Após cinco meses de curso, eles passaram à fase de  estágio supervisionado na área (120 horas).      

De acordo com a coordenadora pedagógica do projeto, a pedagoga Débora Jucely de Carvalho, “os alunos que concluíram o curso foram dia a dia aprendendo competências e habilidades necessárias aos profissionais da área, adquirindo conhecimentos novos e importantes não só para a profissão, mas também para a vida”.

 

  Texto: Ascom/ IFSULDEMINAS - Campus Machado

Fotos: Ascom/ IFSULDEMINAS - Campus Machado e divulgação

  

registrado em:
Últimas notícias

 

 

 

Minicursos e palestras abordaram diferentes temas nos três dias de evento  Nos dias 16, 17 e 18 de...

Campus Machado recebe mais de 500 estudantes da região para conhecerem cursos, projetos e a estrutura da...

Jornada da Computação tem formato híbrido com palestras e minicursos presenciais e on-line Mais...

Fim do conteúdo da página