Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Mais Notícias > Jovem Aprendiz - 2ª Turma
ptenfrites
Início do conteúdo da página

Jovem Aprendiz - 2ª Turma

Campus inicia nova turma do Programa Jovem Aprendiz em Machado

DSC 0029Uma cerimônia realizada no dia 08 de novembro marcou o início da segunda turma do Programa Jovem Aprendiz em Machado. A aula inaugural ocorreu no Espaço Sociocultural do campus e contou com a participação de autoridades municipais e das equipes responsáveis pelo programa no IFSULDEMINAS, Fadema, Prefeitura e empresas parceiras. 

Nesta edição, o Jovem Aprendiz recebeu 529 inscritos. Após a conferência, 252 inscrições foram encaminhadas às empresas contratantes. Ao todo, 21 jovens firmaram contrato com as empresas parceiras: Axnet, EISA InterAgricola, Empório Terra Garcia, Herboflora, Natus Farma, Pernambucanas,Unimed, Reserva de Minas, Sicoob e Terra de Cultivo.  

Em Machado, o Programa Jovem Aprendiz seleciona estudantes na faixa etária de 14 a 24 anos e em situação de vulnerabilidade, com o objetivo de qualificar e formar profissionais para o mundo do trabalho. Para que o aluno permaneça no programa, um dos requisitos é a continuidade do ensino regular em escola pública.

DSC 0040O Campus Machado é o responsável pela elaboração e execução do projeto pedagógico.  Mais de 30 alunos da primeira turma foram certificados em julho deste ano. A experiência positiva motivou a transformação do programa em lei municipal, dando condições para a sustentabilidade à ação. 

Com expertise em formação profissional, o Campus Machado, por meio da Extensão, propôs a formação teórica em articulação com as demandas do mercado. De acordo com o diretor-geral do campus, professor Carlos Henrique Rodrigues Reinato, trata-se de um programa de iniciativa público-privada e de muito sucesso em Machado e região. “O instituto faz todo o apoio pedagógico, a coordenação, orientação dos alunos e parte teórica dos cursos”.

Os conteúdos são divididos em disciplinas que preparam os jovens para as funções de auxiliar de escritório, arquivador/arquivista, office boy/girl e almoxarife. As atividades práticas ocorrem em três dias da semana, durante a tarde, nas empresas contratantes, que abrem as portas para proporcionar experiências reais e sólidas aos jovens.

Para a representante da empresa Terra de Cultivo, Ana Paula, a visão da empresa é de que, por serem vítimas de vulnerabilidade social, os alunos e as famílias precisam de apoio psicossocial. “A Associação Cultivar consegue fazer esse apoio psicossocial aos alunos e às famílias para acompanhá-los e dar todo o aporte emocional que esse jovem precisa para estar inserido no mercado de trabalho”, comentou.   

Também como parte do projeto, a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Extensão, Pesquisa, Ensino Profissionalizante e Tecnológico (FADEMA) é responsável pela gestão dos recursos. A Prefeitura Municipal apoia e ajuda neste processo fornecendo o transporte até o campus e custeio de alguns bolsistas, a empresa que contrata dois jovens, tem o apoio da Prefeitura com o salário desses dois aprendizes e ainda a capacitação de um deles com a Fadema, ficando para a empresa apenas os encargos e a capacitação do outro aprendiz.

DSC 0085De acordo com a Coordenadora de Extensão do Campus Machado, Michelle Marques da Silva, o projeto nasceu de uma experiência observada em outra instituição. Após dedicação e parcerias, se tornou um programa municipal. O Jovem Aprendiz tem ganhado destaque na região, adotado e se transformado em lei municipal em outras cidades vizinhas. “A justificativa do projeto está no foco social, onde os jovens podem ter incentivo e seguir a vida acadêmica e profissional'', disse.

Para o reitor do IFSULDEMINAS, Marcelo Bregagnoli, o programa cumpre o papel da instituição que é levar oportunidade de formação à comunidade e ser braço de apoio aos estudantes. “O programa foi destaque na Rede Federal, pois insere os jovens no mundo de trabalho e abre portas para diversas oportunidades, inclusive muitos deles são contratados nas próprias empresas”.

Maycon Willian da Silva, prefeito municipal, afirma que a parceria traz realização não apenas para os jovens, mas para toda a comunidade que deseja ver mais oportunidades aos estudantes.  "Os alunos que estão aqui hoje, iniciando este projeto, amanhã serão políticos, professores e pessoas que transformarão nossa sociedade".

A diretora de Desenvolvimento Educacional, professora Aline Manke Nachtigall, agradeceu a todos pelo apoio e aos envolvidos no programa, inclusive ao Executivo e ao Legislativo que se empenharam para a aprovação da lei, o que possibilitou o início do programa. Ao se dirigir aos estudantes, fez um apelo aos jovens, "aproveitem as oportunidades que estão recebendo e se dediquem a sua formação.”

Preparação de jovens machadenses 

DSC 0017Kauanny Carvalho Codignole está no 3º ano do curso Técnico em Agropecuária do Campus Machado e foi contratada pela empresa Terra de Cultivo. Ela ficou sabendo do programa através das redes sociais e se inscreveu para adquirir novas experiências e melhorar seu currículo. “Espero adquirir muito conhecimento e experiência e levar esse conhecimento para o resto da vida”.

DSC 0013Guilherme Santos Felicio espera conseguir novas oportunidades através do programa. Ele está como jovem aprendiz na empresa multinacional Eisa. O jovem está no 3º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Iracema Rodrigues.

JDSC 0005á a estudante Enya Nara de Souza foi contratada pela empresa Axnet. Ela é aluna do 3º ano da Escola Estadual Gabriel Odorico e conta que, além da experiência, pretende juntar o salário do programa para pagar a faculdade no futuro e tirar sua habilitação.

DSC 0009Wendell Gabriel Pereira Garroni atuará na empresa Reserva de Minas e pretende também pagar sua faculdade, adquirir novas experiências e ajudar a família. Wendell é aluno do 3º ano da Escola Estadual Paulina Rigotti de Castro e conta que soube do programa pela Rádio Estação Cultura FM. 

 

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página