Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Mais Notícias > Parcerias - Extensão
ptenfrites
Início do conteúdo da página

Parcerias - Extensão

Curso “Fermentação controlada de cafés” capacita 38 produtores rurais em Lambari

Campus Machado avança em parcerias com prefeituras da região

203321198 2510125535798783 7207973324194169199 nNos dias 17,18 e 19 de junho, o IFSULDEMINAS - Campus Machado realizou o curso de extensão “Fermentação controlada de cafés” para produtores rurais de Lambari. Em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura do município, o professor Leandro Carlos Paiva, diretor do Polo Embrapii IFSULDEMINAS - Agroindústria do Café, ministrou aulas para três turmas.

O processo de fermentação controlada de cafés tem como objetivo melhorar a bebida, exaltando seus atributos e valorizando ainda mais o produto final comercializado. Ao todo, 38 produtores de 11 bairros rurais participaram da capacitação com carga horária de 10 horas e em dias alternados.

Segundo o professor, os produtores tinham muitas dúvidas a respeito do processo de fermentação. “Eles já fazem em suas propriedades, mas tudo de forma empírica e com informações que pegam com o pessoal aqui e ali, na internet e sem uma fundamentação mais teórica”. O curso teve como objetivo orientar os agricultores na escolha do café, os tipos de fermentação que existem, como proceder a secagem e o armazenamento dos cafés. “Pode-se perder muito, mesmo fazendo uma fermentação muito boa, com uma seca ruim, o café perde toda a qualidade agregada no processo. Entre as dúvidas dos agricultores, o professor observou que muitos queriam saber sobre a execução do processo, vantagens e desvantagens das leveduras compradas.

Segundo a secretária de agricultura de Lambari, Janaina Magalhaes, "disponibilizar um curso para os produtores de café do nosso município, foi muito importante e isso é um dos objetivos da Secretaria, criar opções e capacitar cada vez mais os nossos produtores rurais".

Parcerias com o campus

O campus promove capacitações em diversas áreas, muitas delas voltadas à agricultores em função da expertise que a escola possui. Desde o início da pandemia, os cursos de extensão têm se concentrado no universo on-line. A coordenadora de Extensão do Campus Machado, Michelle Marques, ressalta que esse foi o primeiro curso presencial desde que a pandemia começou. Com a demanda trazida pela Secretária de Agricultura de Lambari, a instituição articulou o atendimento com todos os cuidados.

De acordo com Michelle, várias parcerias com prefeituras da região estão sendo firmadas para capacitações e projetos direcionados à comunidade. “De forma voluntária, ofertamos três turmas do curso, que era a demanda de Lambari. Pretendemos fazer outros cursos na cidade. É um movimento que vai ao encontro das demandas de cada cidade para capacitar produtores e a população”. Ela explica que a instituição está aberta aos municípios da região que estejam interessados em promover cursos e ações, não só na área da cafeicultura.

No caso da capacitação realizada em parceria com Lambari, os materiais, a hospedagem e a alimentação do professor foram custeados pela Prefeitura. O Campus Machado articulou a ação, disponibilizou o docente e meio de transporte para o município.

Novos projetos estão sendo desenvolvidos com a Prefeitura de Machado. “Vamos qualificar na área de produção de bloquetes e na área de processamento de alimentos, como iogurtes”. Michelle adianta que novas turmas do Programa Jovem Aprendiz serão abertas em Machado e Paraguaçu.

 Texto: Ascom/IFSULDEMINAS - Campus Machado com informações da Prefeitura de Lambari

Fotos: Divulgação

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página