Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Natal sem Fome
Início do conteúdo da página

Natal sem Fome

Criado: Quinta, 24 de Dezembro de 2020, 09h36 | Publicado: Quinta, 24 de Dezembro de 2020, 13h02 | Última atualização em Quinta, 24 de Dezembro de 2020, 13h22

Quase 30 toneladas de alimentos são entregues às famílias de Machado 

DSC 0257“Solidariedade” foi a palavra mais usada para descrever as ações do projeto “Natal sem Fome”. E não sem motivos, muitos voluntários trabalharam em novembro e intensamente no mês de dezembro para que as ações pudessem acontecer. E os resultados impressionam: quase 30 toneladas de alimentos foram arrecadados e embalados em cestas básicas que começaram a ser distribuídas ontem, 23 de dezembro, e continuam hoje (dia 24). 

O projeto começou, na cidade de Machado, em 2017, por iniciativa do professor Eduardo Tardiole e como um comitê local da Ação da Cidadania, organização nacional que luta contra a miséria e pelo fim da fome. Neste ano, a iniciativa se transformou em uma associação, a “Ação da Cidadania do Sul de Minas” e com o apoio do IFSULDEMINAS e demais parceiros conseguiu regionalizar a campanha, alcançando também outras cidades sul mineiras. Foram formados comitês locais em diversos campi do Instituto para execução da campanha.

DSC 0247No Campus Machado, a articulação foi feita pela coordenação de Extensão local e envolveu vários servidores em uma portaria específica para a ação. Durante novembro e dezembro, foram realizadas diversas ações para mobilizar a comunidade a doar alimentos não perecíveis para a campanha. Pontos de arrecadação foram disponibilizados com o apoio de associações e do comércio local. Empresas se voluntariaram para apoiar a ação, seja com a doação de alimentos ou de recursos para financiar a campanha.

Não só os integrantes da comissão local do campus estiveram envolvidos na campanha, mas diversos outros servidores, colaboradores e voluntários também ajudaram, principalmente na execução. A professora Larisse Silva de Souza foi uma das integrantes da comissão que se envolveu na campanha “Natal Sem Fome”. Para ela, foi muito gratificante participar, tanto da coleta dos alimentos quanto da entrega. “Nesta movimentação corpo a corpo, nós estamos observando o quão solidárias são as pessoas. Ficamos super felizes de compartilhar esse momento com as famílias. Eu acho que o espírito do Natal está sendo alcançado através desse ato”, comentou.

Debate sobre a fome

Capturar1O Fórum Regional de Segurança Alimentar e Nutricional, que aconteceu nos dias 25 e 26 de novembro, foi responsável pela reflexão acerca dos problemas. Transmitido pela plataforma do Campus no Youtube, com o apoio da Unifal e da Ação da Cidadania, a primeira palestra foi feita pelo economista Chico Menezes que falou a todos sobre a “Integração e organização das iniciativas civis e do poder público no combate à fome”.

Uma mesa-redonda, no segundo dia, reuniu os professores do IFSULDEMINAS, Vanderlei Almeida e Sérgio Pedini; o professor Estevão Coca, da Unifal, e Leticia Bustamante, da ONG Orgânicos Sul de Minas. Mediados pela nutricionista do Campus Machado, Maria Socorro Coelho, e com a participação do presidente da Ação da Cidadania do Sul de Minas, Eduardo Tardiole, o tema debatido foi “Fortalecimento da segurança alimentar e nutricional e produção de alimentos orgânicos: a importância da agricultura familiar”.

Últimas ações

WhatsApp Image 2020 12 21 at 10.00.01

No último fim de semana, dias 19 e 20 de dezembro, uma live show solidária foi realizada com apresentação de artistas locais. A dupla sertaneja Roni e Marcos, a banda Rocksauro e a Corporação musical de Machado trouxeram músicas para, além de alegrar ao pessoal que estava em casa, ajudar a sensibilizar a todos na campanha. Foram diversas horas de apresentação que intensificaram as doações e ajudaram a ampliar o alcance da campanha.

Um almoço foi realizado no domingo (19) com apoio de voluntários. O cardápio elaborado pelo chefe de cozinha e professor do Campus Machado, Vanderlei Almeida, foi servido em marmitas e vendido para a comunidade. Foram mais de 300 unidades vendidas, cujo dinheiro foi revertido para a compra de alimentos utilizados na montagem das cestas. 

Durante a manhã do domingo, foi feito ainda o “Arrastão da Solidariedade”, similar à campanha do quilo. Vários veículos circularam em bairros do município para arrecadação de alimentos não perecíveis que somaram às arrecadações nos pontos de coleta e ajudaram a chegar a esse número de mais de quase 30 toneladas.

DSC 0235Para Eduardo Tardiole, coordenador da campanha, a edição 2020 foi um sucesso, ainda mais pela parceria estabelecida entre o Comitê da Ação da Cidadania e o Instituto Federal do Sul de Minas. “Ao longo de dois meses, as diversas ações em prol de arrecadar alimentos tiveram grande êxito. Tivemos a live “Natal Sem Fome” com a doação de cinco toneladas de alimentos, o “Arrastão da Solidariedade” que conseguiu três toneladas e ainda o Almoço Solidário que vendeu quase 300 marmitas. Agradeço à comunidade machadense por mais uma vez provar que somos uma cidade solidária e unida”, concluiu.

Texto: Ascom/ IFSULDEMINAS - Campus Machado

Fotos: Ascom e Divulgação

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página