Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Teletandem
Início do conteúdo da página

Teletandem

Criado: Quinta, 24 de Dezembro de 2020, 09h32 | Publicado: Quinta, 24 de Dezembro de 2020, 10h42 | Última atualização em Quinta, 24 de Dezembro de 2020, 11h46

Projetos de Ensino e Extensão envolveram 32 estudantes brasileiros e latinos

Recursos virtuais possibilitaram a interação e aprendizagem de idiomas   

teletandem 4Para incentivar o aprendizado colaborativo de línguas e contribuir para as estratégias de internacionalização do IFSULDEMINAs, em 2020, foi proposto pela professora de língua portuguesa/espanhol do Campus Machado, Aline Renó, o projeto “Teletandem”. A iniciativa envolveu 32 alunos, dentre estudantes latinos e brasileiros em ações de Ensino e Extensão. Os projetos se encerraram neste mês de dezembro, mas trouxeram muita troca de experiência, compartilhamento de vivências e aprendizagem.

No mês de outubro, aproveitando o momento de distanciamento social causado pela pandemia, o “Teletandem” começou como projeto de Ensino, via Edital 39/2020, que permitiu o pagamento de bolsas a 4 das 6 estudantes do Técnico Integrado do Campus Machado que participaram. O projeto proporciocou uma troca de experiências e de conhecimentos com outros 6 estudantes de uma instituição estrangeira na Argentina, a Escuela de Idiomas de la Provincia de Jujuy.

Outro projeto “Teletandem” foi proposto no mesmo mês, de forma voluntária e como ação extensionista. Desta vez, com o Centro Cultural Brasil – Peru e com a participação de 20 estudantes: 10 brasileiros e 10 peruanos.

Para a professora do Campus Machado que coordenou o projeto, mesmo em um contexto de aulas presenciais, na maioria das vezes os estudantes não têm a possibilidade de praticar o Espanhol que aprendem na sala de aula. Já no contexto de ensino remoto, causado pela pandemia, a interação não vinha acontecendo por fatores que estão presentes no ambiente das aulas síncronas e assíncronas. “Eu nunca havia trabalhado com o projeto, mas há 11 anos me dedico ao ensino-aprendizagem de Espanhol e sempre me preocupo em fazer com que isso seja significativo para o aluno”, explicou Aline.

De acordo com a coordenadora, os dois projetos englobam três momentos distintos, começando com a preparação/orientação para a sessão de interação, momento no qual os temas norteadores são apresentados, discutidos, revisados e as ideias são compartilhadas entre a professora e os participantes. Na segunda etapa, acontecem as sessões de interação, na qual cada dupla de estudantes conversa ao longo de uma hora, metade deste tempo em espanhol e a outra metade em português. A terceira etapa flui para a mediação, que consiste em uma conversa para que os estudantes possam dar o retorno das interações. É um momento de reflexão, de compartilhamento, de autoavaliação e de receber do mediador, neste caso o professor, orientações, direcionamentos para a próxima semana do projeto. 

As experiências dos participantes 

teletandem 3Os projetos envolveram não só a professora do Campus Machado, Aline Renó, mas também professoras de Português nas duas instituições estrangeiras. Solange López Freitas atua no Centro Cultural Brasil - Peru e Mariana Veronica leciona na Escola de Idiomas da Província de Jujuy, na Argentina)

Para a professora Solange López, a experiência "Teletandem Brasil-Peru” superou todas as expectativas. “Os alunos vivenciaram e compartilharam o processo de aprendizagem de uma segunda língua de uma maneira significativa e autônoma e puderam conhecer mais da cultura do outro assim como reconhecer a sua própria cultura”, comentou a professora.

“Eu sempre tive a convicção de que para aprender um idioma você precisa praticar a conversação, por isso a ideia do projeto “Teletandem” é tão importante, porque ajuda o aluno a praticar o idioma, a exercitar a empatia, conhecer a outra cultura, colocar-se no lugar do outro enquanto ouve para compreendê-lo”, ressaltou Mariana Verônica, professora argentina. 

Nathan Oliveira foi um dos alunos do IFSULDEMINAs que participou do “Teletandem Brasil – Peru”. O estudante esta no 2º ano do Técnico em Aimentos do Campus Muzambinho e conta que sempre teve o desejo de se comunicar internacionalmente e expandir os limites comunicativos, interativos e idiomáticos. “Foi aí então que recebi através de uma mensagem, a notícia acerca do projeto "Teletandem". Quando o projeto iniciou, eu confesso que havia depositado grandes expectativas quanto às sessões que teríamos particularmente com um amigo ou amiga do Peru; mas, quando de fato tivemos a primeira sessão, todas as minhas expectativas foram superadas”, disse.

teletandem 2Já Shirley Yassira Mendoza Sanchez é peruana. Para a estudante, foi muito gratificante participar do projeto “Teletandem”. Ela conta que foi importante receber apoio da professora e da instituição em que estuda. “Não imaginava ter uma oportunidade de intercâmbio cultural que potencializasse ainda mais meu aprendizado da língua portuguesa, tendo em vista que a prática é muito importante quando você aprende um novo idioma e o que seria melhor se você praticasse com alguém que é um falante nativo do idioma”.

Maria Izabela Santos é outra estudante do Campus Machado que participou do projeto. Cursando o 2º ano do curso Técnico em Agropecuária, a brasileira teve a oportunidade de conhecer um pouco sobre a Argentina, como sua cultura e tradições, além das suas variações linguísticas em comparação aos outros países de língua espanhola. “Também tive a oportunidade de apresentar um pouco sobre meu país”.

Uma das participantes argentinas, a aluna Nazarena Ramos, se declarou muito agradecida por participar do projeto que ajudou muito a melhorar o português. Ela conta que o projeto foi muito lindo. Além das muitas palavras, Nazarena aprendeu também sobre a cultura do Brasil. “Foi uma experiência única que jamais esquecerei”, disse.

Muitos conhecimentos do projeto Brasil - Argentina foram compartilhados em um canal criardo no instagram -  Confira!

A professora Aline, idealizadora do projeto, explicou que a palavra “tandem” significa bicicleta com dois assentos que se movem com a colaboração dos dois ciclistas. “Assim, o Teletandem parte do princípio de que os participantes atuam de maneira colaborativa em prol do aprendizado dos idiomas envolvidos. O ‘Teletandem’ foi uma oportunidade para os estudantes praticarem o idioma, conhecerem uma nova cultura, socializarem com pessoas de um outro país e ampliarem sua visão de mundo”, finalizou.

Texto: Ascom / IFSULDEMINAS - Campus Machado com informações da Professora Aline Renó

Imagens: Divulgação

registrado em:
Fim do conteúdo da página