Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Distribuição de alimentos
Início do conteúdo da página

Distribuição de alimentos

Criado: Quarta, 15 de Abril de 2020, 20h40 | Publicado: Quinta, 16 de Abril de 2020, 16h25 | Última atualização em Quinta, 16 de Abril de 2020, 16h35

Alimentos doados pelo IFSULDEMINAS - Campus Machado chegam a famílias de 9 cidades da região

Idosos, crianças e dependentes químicos também fazem parte do público atendido 

20200415 080813Nesta semana, o Campus Machado iniciou a distribuição de alimentos do seu restaurante estudantil. Com a suspensão das aulas presenciais, produtos que estão próximos do prazo de validade, como arroz, feijão, cogumelos, farinha de quibe, batata-palha e margarina foram oferecidos em uma chamada pública destinada a instituições públicas e privadas de apoio social da região. Ao todo, 23 entidades de nove municípios estão recebendo os alimentos doados pelo campus.

A entrega das verduras produzidas pela escola-fazenda começou na quarta-feira da semana passada, dia 08 de abril. Os alimentos chegaram a muitas famílias cadastradas em programas de apoio social, asilos, abrigos e casas de tratamento para dependentes.

WhatsApp Image 2020 04 14 at 16.08.14Noemi Márcia Alvarenga, assistente social do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Espírito Santo do Dourado, destinou os alimentos doados pelo campus a famílias de migrantes em vulnerabilidade no seu município. “São pessoas que vieram de outros estados, que já recebem bolsa família e nos procuraram para ajudar com o auxílio emergencial”.

A assistente social conta que produtos como farinha de quibe foram destinados a um público específico, pois entende que nem todos saberiam utilizá-la. “Neste caso, selecionei duas quitandeiras que estão passando por dificuldades”. Uma delas, dona Jercina Cabral Martinelli, já contribuiu com muitas ações do CRAS e agora teve a oportunidade de ser ajudada pela instituição. “Agradeço ao Instituto Federal, pois gosto de ajudar também, mas nesta crise está difícil. Hoje, eu fui abençoada. Acredito que quando semeamos, também colhemos”, disse.

DSC 0377Outra instituição que auxilia famílias em vulnerabilidade social é a Associação Herman Douglas, conhecida como “Amigos da Vida”. A professora Rosângela Pereira de Oliveira é a atual presidente e explica que a entidade possui em seu cadastro para ajuda mais de 100 pacientes em tratamento de câncer. “Estamos montando cestas básicas e tudo que está sendo doado pelo Instituto é acrescentado”. Ela conta que as ações realizadas pela entidade para arrecadar recursos estão suspensas no momento, bazar, barraca em festas e doações foram cortadas por muitos parceiros.

WhatsApp Image 2020 04 16 at 09.01.10 2“Tudo está parado, mas a carência das famílias continua, gastamos uma média de R$ 3 mil por mês em medicamentos que o SUS não fornece. No último domingo, vendemos 200 marmitas para arrecadar recursos”. Rosângela explica que os produtos doados também serão aproveitados para a produção das quentinhas, o que contribui com a manutenção do amparo às famílias.

A Santa Casa de Caridade de Machado foi outra entidade contemplada na chamada pública. Com a ampliação dos gastos em insumos e materiais hospitalares devido à epidemia do coronavírus, “toda a doação é bem-vinda”, afirma a gerente de compras Lucimara de Oliveira Carvalho. “Nesta campanha da covid-19, estamos recebendo doações boas, mas focadas, por exemplo, para aquisição de álcool em gel, mas tá ótimo do jeito que está o preço”. Os alimentos recebidos serão utilizados para as refeições do hospital, que conta com o trabalho de uma nutricionista para a elaboração do cardápio.

WhatsApp Image 2020 04 14 at 22.04.13O diretor da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), de Divisa Nova, Fernando Nunes Ludovico, já esteve no campus para buscar os mantimentos. Ele entregou as doações para famílias dos assistidos da Apae . “Veio em boa hora, Deus abençoe sempre o IF Machado e as pessoas que organizaram as doações”, comentou.

A Associação Cônego Walter também enfrenta muitas dificuldades para manter seu trabalho de apoio a dependentes químicos, afirma uma das responsáveis pelo entidade, a vereadora Alvina Ferreira. “Algumas instituições nos ajudam, pessoas contribuem com o trabalho, doam cestas básicas, mantimentos como esses que estamos recebendo, o que já ajuda bastante”. Ela esteve no campus nesta quarta-feira, 15 de abril, para buscar a relação de mantimentos fornecida pelo campus.

Texto e Fotos: Assessoria de Comunicação do Campus Machado e divulgação

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página