Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Doação de alimentos
Início do conteúdo da página

Doação de alimentos

Criado: Quinta, 09 de Abril de 2020, 16h28 | Publicado: Quinta, 09 de Abril de 2020, 16h58 | Última atualização em Quinta, 09 de Abril de 2020, 17h04

IFSULDEMINAS doa alimentos das escolas-fazenda e refeitórios a entidades beneficentes

49a8ae45 ecf4 4f01 b835 fe74f33e8c1bNesta quarta-feira, 08 de abril, o Campus Machado deu início à entrega de alimentos para instituições da região. O IFSULDEMINAS decidiu doar os gêneros alimentícios produzidos pelas escolas-fazenda dos campi Inconfidentes, Machado e Muzambinho, além de produtos do estoque com prazo de validade até o próximo mês. A iniciativa visa contribuir com entidades beneficentes em virtude do fechamento dos restaurantes estudantis. Ao todo, serão beneficiadas mais de 80 entidades em 27 municípios do sul de Minas. 

De acordo com o diretor-geral do Campus Machado, professor Carlos Henrique Rodrigues Reinato, a ação surgiu como um projeto de extensão durante uma reunião com dirigentes do IFSULDEMINAS. Nos últimos dias, a Pró-reitoria de Extensão lançou um edital para cadastro de instituições públicas e privadas que desenvolvam atividades ligadas direta ou indiretamente às políticas sociais e que estejam vinculadas aos Conselhos Municipais ou Estaduais nas áreas de saúde, assistência social, cuidado com a criança e Adolescente, idosos e afins. 

Semanalmente, o Campus Machado disponibilizará em média 720 quilos de arroz, 70 quilos de trigo para produção de quibe, 120 quilos de batata palha, 36 quilos de cogumelos, 405 quilos de margarina, 390 quilos de feijão carioquinha, além de 50 cabeças de alface, 15 maços de couve e 18 maços de hortelã.

Para distribuição dos alimentos do campus, foram cadastradas 23 instituições das cidades de Machado, Cordislândia, Divisa Nova, Espírito Santo do Dourado, Poço Fundo, Poços de Caldas, Pouso Alegre, São João da Mata e Serrania. Na quarta e quinta-feira desta semana, 11 instituições de Machado e Poço Fundo já estiveram no campus para retirada de produtos da horta, como couve, alface e hortelã. Os demais produtos serão retirados na próxima semana.

Ajuda na manutenção das entidades

50dc1c44 9686 4dbd 8d7a 04d93b7289a6O Lar Nossa Senhora das Graças, em Poço Fundo, é uma das instituições atendidas pelo Campus Machado. Para a entidade, “doações como essa são fundamentais”, conta o presidente Floriano Olinto Alves Filho. “Essa ajuda do campus é muito importante neste momento, já que a instituição é filantrópica e depende de doações, que no momento não podem ser recolhidas nas casas”, explica. Além dos alimentos doados, também foi entregue álcool em gel, cujo estoque já estava vazio.

Segundo explicou Floriano, 45 idosos residem no local, mas nem todos são aposentados. As contribuições individuais de lares para idosos giram em torno de 70% do salário mínimo, o equivalente a R$ 730,00, valor insuficiente para cobrir as despesas com funcionários, alimentação, medicamentos, dentre outras. Parte dos profissionais atuam de forma voluntária, possibilitando fechar as contas do mês. Ainda assim, os custos de manutenção somam cerca de R$ 1.350,00 por idoso. O Lar se sustenta com apoio da comunidade e doações recolhidas nas casas, mas agora os colaboradores não podem fazer esse recolhimento.

Outra instituição beneficiada pelo campus é o Abrigo Jesus Maria José que cuida de 11 menores. Localizada em Machado, a entidade é mantida com recursos da prefeitura municipal e algumas doações. Semanalmente, são servidas 385 refeições às crianças. Segundo a psicóloga Thaissa Issa Carvalho, “a doação ajuda bastante”, considerando que a maior soma de despesas corresponde à folha de pagamento e alimentação.

390768cd d2fb 4fea a2a7 ac6bbc9edff6Com o cancelamento de eventos e da tradicional Festa do Asilo, que são responsáveis pela grande parte da arrecadação do Lar São Vicente, a entidade também se prepara para lidar com um momento de dificuldades. Ao todo, 40 idosos residem no local e realizam seis refeições diárias que fazem parte de um cardápio balanceado por uma nutricionista. De acordo com Daniela Serafini Alves, coordenadora da entidade, “a parceria com o Instituto foi de grande valia para nós, a ajuda chega em um momento excelente, pois ajuda a manter uma alimentação balanceada e a poupar os recursos destinados a compra desses produtos”, comentou.

Texto: Ascom/IFSULDEMINAS - Campus Machado

Fotos: Colaboração

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página