Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Reitoria no campus

Início do conteúdo da página

Reitoria no campus

Publicado: Quarta, 06 de Novembro de 2019, 13h24 | Última atualização em Quinta, 14 de Novembro de 2019, 14h47

Equipe da Reitoria se reúne com alunos e servidores do IFSULDEMINAS - Campus Machado

DSC 0812Na última quinta-feira, 31 de outubro, servidores e alunos do IFSULDEMINAS - Campus Machado receberam a equipe da Reitoria para uma reunião, na qual foi exposto o atual cenário, após a série de mudanças e adequações vividas pelas instituições, e explicada a recomposição orçamentária deste fim de ano.

O diretor-geral do Campus Machado, professor Carlos Henrique Rodrigues Reinato, deu as boas-vindas a todos, explicando que o motivo da reunião é trazer à comunidade os fatos que envolvem a gestão dos recursos e as políticas governamentais na esfera da educação e na área administrativa. Carlos considera o período atual mais estável, levando em conta o contingenciamento orçamentário do primeiro semestre e a adequação à nova realidade.
“Apesar de muitas coisas estarem incertas ainda, principalmente em relação aos programas de Governo, já temos alguns direcionamentos sobre a distribuição de recursos, a avaliação por indicadores e a condução das políticas”, disse.

Ao usar a palavra, o reitor da instituição, professor Marcelo Bregagnoli, tratou de vários assuntos que afetam a educação, servidores e alunos. Segundo explicou, muitas mudanças estão sendo conduzidas desde o início do ano. “Passamos por um período complexo, principalmente entre os meses de junho e setembro. Foi sentido na pele por todos nós, visitas técnicas e outras ações que foram cerceadas, dada a conjuntura orçamentária. Praticamente 40% do orçamento foi contingenciado com o bloqueio efetivado. Tivemos a felicidade, neste fim de ano, de uma liberação de recursos. Nós fizemos a recomposição orçamentária e todos estão correndo atrás”, explicou.

O reitor falou sobre a recomposição de bolsas de programas como o Pro-bid e Fapemig, das salas assistidas que funcionam como apoio, da compra de softwares necessários, da ampliação das vagas oferecidas pelo edital de mobilidade, da compra de materiais esportivos, da formação didatico-pedagógica de professores, elaborada pela Pró-Reitoria de Ensino, da composição do Datacenter da Reitoria para atendimento ao ensino a distância, do custeio das ações de sustentabilidade, dentre outras ações.

DSC 0831Bregagnoli chamou a atenção para a avaliação de indicadores que será utilizada pelo Governo em 2020. Muitos deles podem ser encontrados na Plataforma Nilo Peçanha e convidou alunos e servidores a consultá-la. “O MEC está se apropriando destas mudanças e abandonará a Matriz Conif, seguindo critérios como empregabilidade. Particularmente, tenho receio desta análise, mas o Instituto tem indicadores muito robustos e consolidados. Temos um custo/aluno muito baixo, mas um indicador que incomoda, o índice de eficiência acadêmica”, O reitor explicou que esse indicador ruim é prejudicado pelo índice de retenção e evasão de estudantes, que já está sendo trabalhado pela Diretoria de Assuntos Estudantis (DAE).

Ele falou também sobre o Programa “Future-se” e “Novos Caminhos”. Tratou da Reforma Administrativa, considerada pauta prioritária para o Governo, e convidou a coordenadora-geral de Desenvolvimento de Pessoal e Qualidade de Vida, Regiane Magalhães, para falar sobre o Plano de Desenvolvimento de Pessoas (PDP) e sobre o Decreto 9991/2019 e suas particularidades.

Texto e Fotos: Ascom/ IFSULDEMINAS - Campus Machado

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página